Tempo de Bruxas Templo de Bruxas Templo de Bruxas Facebook

As estrelas e seu amor

mistério da Criação tem várias janelas. Astrologia, numerologia, psicologia, tarot e tudo mais são ferramentas de tradução da alma humana. Mas a influência dos astros em nossa vida é uma área de conhecimento muito interessante e certeira. Raciocine com a gente: se a energia de uma outra pessoa aí, com seu um metro e pouco de altura, interfere em você diretamente, imagine o que fará na sua energia um planeta muito maior do que a Terra. Se a lua mexe com as marés, se faz subir e descer concretamente o nível do mar, imagine o que ela faz com você que é, essencialmente, formado por água. Talvez 70%, alguns dizem que a água chega a 90% de nossa constituição.
Pois é, a pedido do Absoluta, Marcia Sanção, taróloga, numeróloga e astróloga, fez aí um super roteiro de como as estrelas influenciam os relacionamentos.



A experiência de amar uma pessoa é um dos mistérios que há séculos o ser humano vem tentando compreender. Todo relacionamento proporciona obstáculos e recompensas, altos e baixos, nessa experiência de participar da vida do outro e de permitir que o outro participe de nossa vida.
Um dos assuntos mais curiosos no que se refere a relacionamentos é a combinação entre os signos, pois a escolha que fizermos pode ser determinante quanto à harmonia ou conflito.
Vale a pena tentarmos compreender por que, quando encontramos um relacionamento de signos compatíveis (terra com água e fogo com ar), há mais facilidade de se harmonizarem.
Através da astrologia, podemos verificar a influência de uma pessoa sobre a outra, até onde vai a compatibilidade, e o que pode levar aos conflitos. Sabermos como funciona o mapa astral da outra pessoa em relação ao nosso também poderá ajudar o relacionamento.

Vamos conhecer primeiro a respeito dos elementos, que são as energias essenciais:

TERRA (TOURO/VIRGEM/CAPRICÓRNIO)
É o elemento que possibilita a realização dos sonhos. São pessoas realistas e conservadoras. Valorizam o conforto material, a praticidade e a responsabilidade antes de mais nada. São perseverantes e têm sucesso em ambientes que exigem disciplina e dedicação. São provedores e conscienciosos com aqueles que amam; mas, acima de tudo, está a estabilidade.

FOGO (ÁRIES/LEÃO/SAGITÁRIO)
É paixão, calor e energia. São pessoas entusiasmadas, otimistas e conquistadoras, não gostam de cultivar o passado e sempre pensam no futuro. Impulsivos por natureza, às vezes se queimam em seu próprio calor.

AR (GÊMEOS/LIBRA/AQUÁRIO)
É o mental, o raciocínio e as atividades intelectuais. São comunicativos, fazem uso da lógica e objetividade. Às vezes podem passar uma impressão um pouco impessoal pois tendem a negar os sentimentos e sensações quando não conseguem entender.

ÁGUA (CÂNCER/ESCORPIÃO/PEIXES)
São pessoas movidas pela emoção; água é sentimento. É o elemento que valoriza e entende o ser humano e suas relações acima de tudo de tudo. São imaginativos, sensíveis e profundos. Demonstram seus sentimentos e emoções com intensidade. Como são doadores por natureza, magoam-se com facilidade.

Agora, como os signos se relacionam com o amor:

ÁRIES: Sonhador e romântico, no amor pode transbordar em sentimentos passionais, e sua atitude ciumenta é desmedida. Seu companheiro não pode ser forte como ele.
TOURO: Amante da sensualidade, ciumento e possessivo em extremo. Tem uma sensibilidade que escapa às vezes da realidade e que, muitas vezes, não é compreendida.
GÊMEOS: Sua natureza dual faz dele um amante muito difícil. Sempre querendo resolver tudo cerebralmente, e não tanto com o coração, por esse motivo necessita sempre de muito amor, ainda que não dê por igual.
CÂNCER: O sentimentalismo é a essência do canceriano, necessita muito de amor e compreensão. Muito exigente em seus romances, necessita de um romance amoroso e, se não tiver, sente-se inseguro. Entrega-se ao amor por completo.
LEÃO: São generosos, extrovertidos, apaixonados e orgulhosos. Quando se entrega a alguém, o faz desmedidamente, com toda força que dará tudo ao ser amado.
VIRGEM: Muito crítico. Tem uma tendência de impedir as manifestações amorosas, assim externamente pode parecer frio. Antepõe sempre o cérebro ao coração, então nunca veremos um virginiano como um amante apaixonado.
LIBRA: É muito amoroso e espiritual. Librianos necessitam sempre de amor, são sentimentais e sonhadores. Não admitem de maneira alguma que a balança se desequilibre.
ESCORPIÃO: Sexo e paixão violenta são atributos do ciumento, possessivo escorpião. Exige entrega total, mental, espiritual e física do possuído, como algo de propriedade exclusiva.
SAGITÁRIO: Franco e direto, pode deixar feridas em seu companheiro. Compelido pelo erotismo, chega até a ser infiel, sabe elogiar e lhe agrada receber amabilidades, tem um excessivo sentido de liberdade para se deixar incomodar pelos ciúmes.
CAPRICÓRNIO: Sério, estável e profundo, mas se apresenta com uma capa externa de grande frieza. Muito teimoso, ciumento possessivo e exclusivista.
AQUÁRIO: De fria mentalidade, são pouco dados aos mistérios do romantismo e, junto com um conceito de liberdade incondicional, impede-os por completo de serem aprisionados, preferem contar mais com uma amizade do que agitações amorosas em seu companheiro.
PEIXES: Extremamente sensitivo e sentimental. Necessita amar e ser amado com grande intensidade, zeloso, ciumento.

Por fim, entrando no detalhe, como cada signo se relaciona com os demais:



ÁRIES

COM ÁRIES: Compartilham semelhantes ideais e visão de vida, porém o espírito de mando, forte em ambos, produzirá perigos, tensão; para que a união seja feliz, um dos dois deve renunciar ao comando.
COM TOURO: Marte e Vênus combinam muito bem (planetas regentes), este companheiro taurino agrada muito a Áries por sensualidade, porém em especial por seu temperamento passivo e não violento.
COM GÊMEOS: Dados demasiadamente ao raciocínio, fazem-lhe perder a fantasia do amor, o que desgosta ao ariano, que é pura paixão. Uma união feliz e prolongada pode ser produzida se Gêmeos eliminar este obstáculo. Áries não permite ser enganado sexualmente, coisa que o frio e calculista geminiano pode fazer.
COM CÂNCER: Com sua exagerada imaginação, pode fazer surgir ciúmes excessivos, um obstáculo no entendimento deste par. Além disso, Câncer necessita ser tratado com amabilidade, e este requisito dista muito do comportamento de Áries. Outra causa que faz com que a união deste par seja difícil é que Câncer não esquece, e fica rancoroso e amargurado com respeito ao tratamento um tanto soberbo do comandante ariano.
COM LEÃO: Se lograrem a superação dos obstáculos, ou seja, do fator mando, este será um par duradouro, porque compartilham amor e emotividade vital. Além do mais, com seu comportamento, Áries fará muitas coisas que satisfazem à vaidade do leonino. Marte e Sol (planetas regentes) conferirão entusiasmo, vitalidade, ímpeto, ação, e isto satisfaz a ambos porque, sendo a ação sua tônica, poderá lhes dar uma união perdurável.
COM VIRGEM: Virgem é outro Mercúrio raciocinador (muito mais que Gêmeos), de maneira que idênticos problemas enfrentados por Áries-Gêmeos aparecem também, porém aumentados aqui. Além disso, Virgem resulta sexualmente um tanto frio para dar conta da impetuosidade do ariano.
COM LIBRA: Oposto complementar na roda zodiacal, nesses casos sempre se dá uma forte atração ou inevitável rechaço à primeira vista, já que se cumpre a tarefa dos opostos ou dos complementares. Libra é um bom signo que equilibra os excessos de Áries; se lograrem superar os defeitos de ambos, a dupla será feliz.
COM ESCORPIÃO: Sendo regidos pelo guerreiro Marte, ambos podem se unir para superar obstáculos e dominar situações diversas; devem buscar o mútuo respeito e compreensão para não fracassarem, para não se chocarem em coisas importantes.
COM SAGITÁRIO: Dois signos do elemento fogo, podem se complementar muito bem, se lograrem o equilíbrio da impulsividade e aproveitarem seu gênio vivo e rápido. Marte e Júpiter (planetas regentes) equilibram a Árvore da Vida, e podem fazer com que o par seja feliz.
COM CAPRICÓRNIO: O saturniano Capricórnio pode resultar muito frio, reservado e metódico, porém podem se entender muito bem sexualmente; mas Áries deve aprender a controlar seus impulsos, enquanto os capricornianos necessitam de um pouco mais de movimento e agilidade; é uma dupla difícil.
COM AQUÁRIO: Outra dupla das difíceis: Aquário é livre como o vento, de grande sentido universal; rebela-se contra o possessivo Áries e seus ciúmes. Embora Áries se sinta molestado por não poder segurar e dominar o inacessível aquariano, para que os dois possam lograr harmonia, também para o trabalho contra os egos que obstaculizam a união por parte dos cônjuges, os dois vão necessitar de uma grande afinidade intelectual, sem olvidar das outras duas, sempre indispensáveis: a motriz, que lhes capacite fazer a mesma coisa, e a emocional, que os faça sentir o mesmo.
COM PEIXES: Peixes é demasiado sonhador, dado a fantasias, o que não ocorre com o cerebral Áries. A estranheza dos piscianos e sua profunda natureza sentimental resultam em choque, agressividade e molestações, a tal ponto que a impetuosidade ariana só lhes traz temor, já que Peixes deseja uma união romântica e tranquila (o que Áries não pode dar).
 

TOURO

COM ÁRIES: A tranquilidade taurina pode receber um bom impulso com o fogoso Áries, a mulher se sentirá protegida pelo vigor marciano, e o homem saberá unificar as duas virtudes marciano-venusianas (planetas regentes) para triunfar.
COM TOURO: Seu caráter se completa bem, pois unificam suas qualidades de tranquilidade e amor pelo lar, e o que assegura a felicidade são os filhos, já que eles os amam muito, e ambos, sendo sensuais e fecundos, não esperarão em aumentar sua família. As qualidades unificadas lhes darão o triunfo de que necessitam.
COM GÊMEOS: O racional Gêmeos se chocará um tanto com o sensual Touro, porém, se esforçando por harmonizar suas características, poderão fazer um bom par de tal maneira que podem complementar seu caráter oposto; assim, o inquieto geminiano poderá achar a estabilidade de que necessita. Além disso, Touro será estimulado em sua passividade pela mobilidade e fantasia de Gêmeos, complementando-se, formando uma boa dupla.
COM CÂNCER: São dois signos que se complementam: o romantismo e a sensibilidade de Câncer se assentarão sobre o concretismo de Touro de forma correta. Porém, Touro necessita acalmar sua exasperação e tratar de entender ao suscetível Câncer, o qual está sempre clamando por atenção, compreensão e ser sempre recordado, coisas que Touro pode dar.
COM LEÃO: São muito difíceis para chegar a conformar-se como casal. Touro gosta de seu mando e domínio, é patriarcal por natureza, e a Leão encanta fazer-se notar e é mandão. Ambos crêem ter a última palavra em tudo, de maneira que no campo do centro emocional se verão afetados por choques, o que se verá nunca no centro sexual pois ambos são muito excitáveis e fogosos.
COM VIRGEM: Racional, materialista, buscador de comodidades, pode se entender muito bem com Touro, porém desagradará aos taurinos, já que estes são amantes do romantismo e espiritualidade nas relações, o que Virgem não pode dar, de maneira que só poderiam se compreender na busca das coisas materiais. Suas relações não terão nada de extraordinário.
COM LIBRA: Ambos venusianos (planeta regente), podem lograr uma união duradoura e de perfeito entendimento, pois combinam harmoniosamente as qualidades de Vênus: amor e sentido de devoção conjugal.
COM ESCORPIÃO: Como oposto complementar, um ou outro vai dominar, admiração sem limites, ambos são intensos, possessivos e ciumentos, o que pode lhes dar certos inconvenientes. Porém, controlam seus defeitos, podendo assim chegar a formar uma dupla formidável.
COM SAGITÁRIO: Touro é possessivo a tal ponto que chega ao egoísmo, e tal defeito é extremado em Sagitário, unicamente no campo sexual é que podem se entender intensamente, mas no resto são como água e azeite. Touro inferior a Sagitário superior apontam em direções opostas e vice-versa.
COM CAPRICÓRNIO: Como signos do elemento terra, ambos são buscadores de segurança e, assim, podem se entender se são sentimentalmente afins. O apaixonado, gentil e carinhoso Touro pode trazer total plenitude diante do inflexível Capricórnio que apresenta uma dura couraça externa de rudeza, porém por dentro estão muito ansiosos de intenso amor, o que o taurino pode descobrir e abastecer adequadamente.
COM AQUÁRIO: Touro e Aquário têm formas opostas de ver e de ser, que muito dificilmente podem se concretizar no casal harmônico. Aquário, sempre instável, volúvel, inquieto, pode perturbar facilmente ao terrenal, concreto, lento e estável Touro.
COM PEIXES: Ao tranquilo taurino, agrada muito a sensibilidade e o idealismo de Peixes. Touro, como Capricórnio, é pouco demonstrativo de sua necessidade de afeto, embora o necessite com intensidade, coisa que o pisciano fornece completa e amplamente com grande imperiosidade.

GÊMEOS

COM ÁRIES: Signos volúveis, necessitam de muita cautela na sua primeira fase, especialmente na adaptação de Gêmeos ao fogoso Áries. Os filhos e mesmo o matrimônio os obrigam a corrigir seus desvios ou o fracasso será evidente; porém, ao final, tudo já se pode equilibrar.
COM TOURO: São muito diferentes, a Touro não interessam as especulações geminianas, e a Gêmeos resulta difícil responder às necessidades físicas do tauro. Para harmonizar, Touro necessita abandonar sua lentidão, e Gêmeos, a sua rapidez e, assim, Gêmeos poderá aproveitar o aspecto concreto e realista de Touro e vice-versa.
COM GÊMEOS: Dois volúveis que dificilmente se complementam, se cada um não escutar a si próprio para entender o outro. Como são pouco apegados às circunstâncias e posses, ambos são capazes de empreender arriscadas empresas que possam alegrá-lo como casal, e serem felizes mais com a aventura do que com a paixão.
COM CÂNCER: O sentimental e inseguro Câncer buscará proteção no instável Gêmeos, especialmente se ele for mulher, porém dificilmente se sentirá satisfeita. Câncer, em busca de compreensão e carinho, achará o geminiano muito cerebral, frio, desapaixonado, o que o decepcionará.
COM LEÃO: Leão pode liberar amplamente seu espírito protetor, ainda que possa sobrepassar e sufocar Gêmeos com suas pretensões e exigências. Leão se achará um pouco decepcionado por não achar afeto e paixão. Tendo em conta a chave de mudarem a si mesmos e não ao outro, tudo poderá marchar a mil maravilhas.
COM VIRGEM: Mercúrio, planeta regente de ambos, acentuará diferenças em cada um de seus governados. Virgem achará Gêmeos inflexível, demasiadamente meticuloso, perfeccionista em extremo, e este, por sua vez, verá o virginiano como um austero e seco aprisionador. Virgem não suportará o instável Gêmeos e sua mobilidade.
COM LIBRA: Este é um dos casos interessantes em que o opostos se conjugam, complementando-se para o mútuo benefício. Sabem sair da rotina e fazer de novo algo fecundo e decididamente criador. Porém, Libra pode se machucar com o volúvel geminiano.
COM ESCORPIÃO: O terrível Escorpião não quererá de maneira alguma se entender com o volúvel geminiano e indisporá seu companheiro com sua inconsciente maneira de ser, precipitada e aguda.
COM CAPRICÓRNIO: Bons como esposos, para negócios, associações intelectuais, ou algo assim. Ambos podem formar um matrimônio que possa compensar debilidades e equilibrar qualidades, assim o disciplinado capricorniano dará solidez à brilhante mentalidade do geminiano. Gêmeos necessita moderar sua impaciência e Capricórnio precisa tornar-se mais flexível.
COM AQUÁRIO: Formam uma dupla decididamente extravagante ou, pelo menos, bastante original: compartilham diversas afinidades, e ambos se darão muito bem em constantes mudanças, viagens, transformações.
COM PEIXES: O sensível Peixes, necessitado de compreensão, vai se unir prazeirosamente a Gêmeos, que se sentirá atrapalhado em sua mobilidade, contraindo problemas, por isso são signos bastante diferentes e de acoplamento difícil.

CÂNCER

COM ÁRIES: Os dois são ambiciosos, porém com metas diferentes, coincidem nas crises de manifestações violentas, pelo que se enfrentarão nas crises duras e quase impossíveis de superar se suas explosões coincidirem. O caranguejo gosta de rever o passado, e jamais o esquece, já o inverso se passa com Áries. União difícil.
COM TOURO: Ambos se sensibilizam com a Lua, de tal modo que suas instabilidades são semelhantes. São domésticos, sensuais, amorosos, amantes do conforto do lar, e juntos na vida podem desfrutar amplamente. O firme e assentado Touro pode dar apoio a Câncer. Dupla harmônica.
COM GÊMEOS: Câncer doméstico, Gêmeos errante, dupla desigual. Câncer não entende o volúvel Gêmeos. União um tanto difícil, mas ainda é um pouco melhor quando gêmeos é a mulher.
COM CÂNCER: Desacordos contínuos que podem ser superados por circunstâncias de educação e ambiente afins. Podem chegar a se compreender mutuamente e ajudar-se nos projetos. Casal que pode prosperar.
COM LEÃO: O romantismo de Câncer e seu estado passivo chocam-se com o orgulho de Leão, porém, apesar de tudo, se lograrem o entendimento, serão um casal feliz pois Leão encontrará a quem manejar.
COM VIRGEM: Pode ser uma boa dupla, com o tempo a fantasia de Câncer pode mobilizar a roda analítica de Virgem, e ao mesmo tempo receber a seriedade deste. Virgem é um pouco frio para o idealismo e ânsia de calor do canceriano.
COM LIBRA: Libra tem um grande sentido de liberdade, de tal maneira que pode fazer o canceriano sentir-se abandonado e este, com sua fértil imaginação, tornará pior todo o contexto, acrescentando em tudo a corrosão de seus ciúmes.
COM ESCORPIÃO: Atraem-se especialmente no aspecto sexual, no entanto Escorpião deve encher de ternura nas relações para que estas perdurem, ambos necessitam acabar com o efeito do eu possessivo e do eu ciumento. Se conseguirem superar, poderá dar bons frutos.
COM SAGITÁRIO: União não conveniente, pois Sagitário é por demais extrovertido para o circunspecto Câncer, a tal ponto que essas personalidades diferem notavelmente.
COM CAPRICÓRNIO: Podem se harmonizar, se o propuserem, especialmente se Capricórnio se tornar um pouco mais romântico.
COM AQUÁRIO: Dupla difícil, Aquário é dado às amizades, à extroversão, oposto ao canceriano. Demasiada contrariedade de caráter.
COM PEIXES: Boa união, pois se ligam intimamente no romantismo, sensibilidade e amor. Entendem-se no sentimento e na emotividade.

LEÃO

COM ÁRIES: Ambos têm repentinos ataques de ira intensa que afetarão suas relações, dada a agressividade dos dois, porém como é um casal que gosta de se destacar perante os outros, nesse aspecto progredirão muito bem, especialmente se o leonino for o homem.
COM TOURO: Quando estes signos se encontram, homem e mulher se amam avassaladoramente, a atração e o complemento sexual são muito intensos, e o único inimigo que pode levá-los às ruínas são os ciúmes. No entanto, Leão não encontra em Touro a satisfação de suas ambições totais, de poder, o que pode entorpecer a harmonia, a não ser que Touro seja ressonante a esses anseios.
COM GÊMEOS: Aqui se manifesta no casal a luta entre coração e cérebro; se desejar o inteiramento nesse matrimônio, Gêmeos deve ceder a Leão, deixando-se cativar.
COM CÂNCER: Nesta conexão se unem a Lua e o Sol, o passivo e o ativo, mesmo que o Rei leonino não alcance o entendimento do romantismo do canceriano, como um verdadeiro pai saberá, bondosamente, acolher ao necessitado Câncer. Boa dupla, especialmente se o leonino for a faceta masculina.
COM LEÃO: São dois que lutam pelo trono, possessão e mando, necessitam ceder, cada parte um pouco, e pôr cada coisa em seu lugar, para que o coração de ambos obtenha as melhores relações matrimoniais. Serão de um êxito total se conseguirem admirar-se mutuamente.
COM VIRGEM: Grande união. Virgem tem o porte digno que encanta a Leão. A inteligência de Virgem e a potência de Leão os farão alcançar as posições que satisfaçam a ambos, em especial ao rei leonino. Urge que Virgem aquiete sua língua, cheia de críticas, para não molestar a seu Leão.
COM LIBRA: Bom casal, dão e recebem elogios, identificam-se no amor, às honras e ao formoso e belo. Libra dá entusiasmo sentimental, o que modifica as loucuras espontâneas de Leão. Para o bom êxito do casal, o leonino necessita diluir seu eu possessivo.
COM ESCORPIÃO: Difícil união, pois ambos são ciumentos e críticos, porém, quando juntos, são sensuais e apaixonados, suas relações amorosas serão fortes. Contudo, Escorpião deve evitar ser exigente e absorvente, não pretendendo moldar o companheiro a seu modo.
COM SAGITÁRIO: Boa combinação, harmoniosos, extrovertidos, brilhantes, afáveis, magnéticos, dotes estes que podem acabar com a monotonia de qualquer casal. Convém que se estudem e acabem com o ego do mando para assegurar sua felicidade.
COM CAPRICÓRNIO: Mau casal, a tenacidade, a frieza e a lentidão capricoriniana molestam em excesso ao ágil leonino. Além disso, Leão quer alguém que seja sua cópia, que brilhe e se destaque, o que não é especialidade nenhuma de Capricórnio. Difícil compenetração por terem caráter muito diferente.
COM AQUÁRIO: São opostos que, uma vez unidos, resultam altamente afins, formidável compenetração sexual. Leão necessita acabar com seu ego de crítica, da exigência, e renunciar a que o aquariano se entregue mentalmente a ele. Aquário poderá apoiar-se na segurança do leonino e o fará com muito gosto.
COM PEIXES: Péssima união; há profundas diferenças, mas ambos têm suficiente coragem para acabar com eixos que produzem divergências e lograr uma união muita boa, porque o romantismo de Peixes e sua etérea e fluídica imaginação podem admirar a ousadia de Leão.

VIRGEM

COM ÁRIES: Difícil dupla, já que o orgulho e o ímpeto ariano não permitirão a crítica cotidiana e tenaz de Virgem, que é fria e constante, até à exasperação.
COM TOURO: O caráter austero de Virgem é um atrativo para Touro, unem-se na identificação de aspirações e podem tirar proveito dessa sua tenacidade. Assemelham-se no amor ao lar, ao bem-estar que este proporciona.
COM GÊMEOS: O ordenado e enquadrado virginiano se verá molestado pelo volúvel geminiano e este o será pelas críticas mordazes de Virgem, que o afetará profundamente, e que não vai querer aceitá-las. Vão se atrair por causa do intelecto conferido por Mercúrio (planeta regente), mesmo que este afete cada um diferentemente.
COM CÂNCER: É outro que se sensibiliza muito com as críticas virginianas, e sofrerá grandemente pelo seu caráter sentimental, romântico e sonhador, do qual o frio virginiano carece. No entanto, acaba com os múltiplos defeitos. Câncer se apoiando na segurança de Virgem, e este, na espiritualidade dele, tudo pode marchar com plena força.
COM LEÃO: O amante e apaixonado Leão e o misterioso Virgem podem unir essas qualidades para se prenderem. Bom complemento, no qual Leão se verá apoiado a triunfar pelo raciocinador virginiano, dando-lhe um pouco de estabilidade, e isso pode beneficiar ao fogoso Leão, é indispensável recordar que Virgem necessita acabar com o vício da crítica.
COM VIRGEM: Podem unir-se muito bem, sempre e quando a crítica desaparecer por completo do mapa matrimonial.
COM LIBRA: Possível harmonia, o equilíbrio e a paz librianos podem ajudar grandemente ao virginiano, se não existir, repetimos, a destrutiva crítica constante. Se Virgem receber emoção de Libra, e se este receber prudência e disciplina, tudo andará bem.
COM ESCORPIÃO: Muito boa dupla, cada um pode elevar as qualidades do outro. Virgem se adapta ao despotismo escorpiônico e este, por sua vez, realça e acha agradável a mentalidade analítica do virginiano.
COM SAGITÁRIO: Difícil adaptação no começo, pois Virgem se desconcerta ante o espírito livre do sagitariano.
COM CAPRICÓRNIO: Entendem-se razoavelmente, porém a estabilidade de ambos pode se transformar em monotonia. Sem dúvida, se os dois unirem suas qualidades de perseverança, vão ao triunfo mas o Capricórnio precisa agilizar-se mais.
COM AQUÁRIO: Bom casal, conjugam bem seu idealismo e humanismo, agradam-lhes as situações de inovação, porém conservando sempre a paz, harmonia e alegria.
COM PEIXES: como opostos complementares, poderá ser um ou outro: amor ou ódio à primeira vista. Caso entendam-se, o sonhador e sentimental Peixes se harmonizará perfeitamente ao raciocionador Virgem.

LIBRA

COM ÁRIES: Atração ou não à primeira vista. Em geral, uma boa dupla, pois o fogoso ariano se vê bem assentado pelo equilíbrio do libriano.
COM TOURO: Dois venusianos (planeta regente) que se unem muito bem. O planeta do amor, reina vitorioso neste casal, sendo sonhador, delicado e romântico, o que dará profunda ternura taurina ao lar, enquanto Touro causará a ação tenaz e a segurança. Sem dúvida, o amor e a paixão triunfarão.
COM GÊMEOS: Boa união, mas sérios desencontros devido a Gêmeos ser tão volúvel.
COM CÂNCER: Alguns conflitos, pois pode acontecer de Câncer, com sua exigência de não ser esquecido, sentir-se sempre abandonado pelo libriano.
COM LEÃO: Bom casal, pois Libra saberá comportar em si todos os elementos que fazem com que Leão se acomode, a paixão de Leão se harmoniza com o refinado sentimentalismo libriano. Leão deve prevenir-se de seu caráter absorvente e muito mandão.
COM VIRGEM: As constantes críticas de Virgem podem molestar Libra mais do que o conveniente, que não gosta de ver quebrada sua harmonia. Libra pode passar um pouco de sua beleza ao seu frio e raciocinador par.
COM LIBRA: Boa união, nas dificuldades sabem se equilibrar, na felicidade compartilham afagos e estímulos para tornarem a vida mais fácil.
COM ESCORPIÃO: Bom enlace, pois o fogoso Escorpião unirá a ação ao sentimentalismo libriano, e este poderá suavizar a ação escorpiônica.
COM SAGITÁRIO: O inovador e inquieto Sagitário complementa o gosto pelo diferente do libriano. Ambos humanistas, gostarão de compartilhar experiências em seu mundo social.
COM CAPRICÓRNIO: Pode-se ter um sério aborrecimento. O libriano não consegue suportar o perfeccionismo e a frieza do capricorniano. Necessitam de um grande esforço para se complementarem.
COM AQUÁRIO: Boa união, configuram um grande casal pelo seu idealismo e a realização de seus sonhos, compartilham seu gosto pela sociabilidade.
COM PEIXES: O mistério de Peixes pode indispor a Libra, também o pessimismo marcado de Peixes desagrada ao libriano, que não gosta de ver a incidência de Peixes, o qual necessita controlar sua imaginação misteriosa.

ESCORPIÃO

COM ÁRIES: São demasiadamente marciais (marte-planeta regente) para chegarem a se entender, conflitos muito constantes à vista, pois querem mandar e dominar um ao outro.
COM TOURO: Quando logram se complementar, como opostos que são, chegarão a formar uma grande união, pois a sensualidade de Touro combina maravilhosamente com a sexualidade de Escorpião; tanto é, que o taurino saberá dar ao seu afortunado companheiro o encanto venusiano (planeta regente de Touro).
COM GÊMEOS: O impulso avassalador escorpiônico pode amedrontar ao circunspecto e mental geminiano. Para Escorpião, resulta muito frio e calculista o comportamento de Gêmeos.
COM CÂNCER: Pode chegar a ser boa união, pois o canceriano se dobrará à impulsividade de Escorpião, e se mostra tão submisso que faz com que Escorpião não dê lugar a seus terríveis ciúmes.
COM LEÃO: Quando Marte e Sol (planetas regentes) se unem, incendeia-se uma intensa chama erótica, ambos os signos intensamente apaixonados podem ser muitos felizes, sempre, e quando se cuidarem de não se queimar rapidamente. Necessitam prevenir-se contra o ego do mando e da dominação, que prevalece em ambos.
COM VIRGEM: O virginiano pode admirar racionalmente a Escorpião e suas qualidades. A análise de Virgem pode organizar e ordenar a ação do escorpiônico, para que assim marchem com êxito firmemente.
COM LIBRA: Marte e Vênus (planetas regentes) se harmonizam maravilhosamente, conformando uma dupla ideal, lutando para se adaptarem aos diferentes temperamentos, podem complementar-se em suas mútuas qualidades.
COM ESCORPIÃO: Se controlarem o ego mandão e possessivo, poderão complementar-se às mil maravilhas no aspecto sexual e nos momentos de felicidade, mas os atritos podem ser violentos e perigosos.
COM SAGITÁRIO: Escorpião se acha desconcertado perante a mobilidade e franqueza de Sagitário. Mas, sem dúvida, quando o amor é grande, pondo uma boa dose de vontade e aniquilação dos defeitos, podem triunfar.
COM CAPRICÓRNIO: Difícil compenetração no início, dada a frieza de Capricórnio, podem chegar a harmonizar-se, uma vez presa a chama mútua do amor e se os interesses forem comuns.
COM AQUÁRIO: Complementam-se com certa relatividade, ainda que Escorpião jamais possa lograr o aprisionamento de Aquário. É necessário que Escorpião renuncie ao excessivo ciúmes de posse, e que Aquário se estabilize um pouco e deixe também de ser possessivo.
COM PEIXES: O submisso, romântico e sonhador pisciano será dominado pelo possessivo Escorpião, no entanto o primeiro estará satisfeito com isso, já que a ação marciana (Marte-planeta regente de Escorpião) lhe dará a satisfação de segurança que tanto busca.

SAGITÁRIO

COM ÁRIES: Muito afins, se lograrem acabar com as arestas mútuas, os dois têm a rapidez em suas coisas, e também na mobilidade excessiva, como não são rancorosos, serão muito felizes.
COM TOURO: Podem chegar a se harmonizar se o sagitariano se estabilizar um pouco e o taurino se agilizar mais. Touro precisa acabar com seu eu possessivo e se fazer mais jovial e comunicativo.
COM GÊMEOS: São opostos complementares, será uma forte atração, harmonizam-se pelo seu espírito mutável, aventureiro e inovador. Gêmeos terá que acabar com seu ciúmes.
COM CÂNCER: Este se vê muito bem influenciado pelo sagitariano, harmonizando sua vida demasiado sentimental, com realismo e alegria. Câncer terá que deixar seu ciúmes para que tudo saia bem.
COM LEÃO: Boa dupla, complementam-se na alegria, paixão, no otimismo, não serão uma dupla passiva mas, sim, totalmente o inverso para a satisfação de todos.
COM VIRGEM: Demasiado raciocinador, o virginiano pode lograr assim com seu intelecto o inquietante sagitariano. Podem se harmonizar se Virgem deixar o ego da análise permanente de lado.
COM LIBRA: Compartilham muitas coisas em comum, é uma dupla exitosa, sabem tirar proveito das coisas boas da vida, dos passeios, da vida social, etc.
COM ESCORPIÃO: O escorpiônico precisa acabar com o seu ciúmes possessivo, para que consigam viver em harmonia.
COM SAGITÁRIO: Um pouco difícil, será melhor se as datas de nascimento forem as mais distantes entre si.
COM CAPRICÓRNIO: Bom matrimônio. O sério capricorniano dará moderação ao sagitariano; e Sagitário dará alegria a Capricórnio. Sagitário terá que ser um pouco mais econômico para não assombrar nem preocupar o capricorniano.
COM AQUÁRIO: Fácil união, porém Sagitário precisa acabar com o eu de liberdade, evitando assim infidelidade.
COM PEIXES: Podem se harmonizar. Sagitário precisa moderar suas mordazes observações, às quais podem prejudicar o sensitivo pisciano.

CAPRICÓRNIO

COM ÁRIES: Difícil dupla, pois um é demasiado móvel e o outro, inerte. Para o ariano, Capricórnio é frio e calculista. Para o Capricórnio, o ariano será inconstante, indisciplinado e imaturo.
COM TOURO: Boa união, se unirem as várias qualidades, ambos amam o conforto e as várias coisas boas da vida. Touro dará o encanto, a sensualidade e o senso artístico. Ambos amam a fidelidade e a estabilidade de um bom lar.
COM GÊMEOS: Boa dupla, sobretudo quando se complementarem no centro intelectual. Gêmeos dará um pouco de ação e brilho mercuriano (Mercúrio - planeta regente) ao capricorniano.
COM CÂNCER: Temos aqui a já famosa ação dos opostos complementares, é melhor dar tempo ao tempo para algo se concretizar, o mistério romântico do canceriano e o mistério severo do capricorniano se harmonizarão maravilhosamente.
COM LEÃO: Difícil união, o fogoso Leão é demasiadamente apaixonado e inquieto, poderá sentir-se esquecido e não poderá dar evasão a seu ego dominador e monopolizador. O amor transbordante e passional não se une ao amor firme e com frieza do capricorniano.
COM VIRGEM: Será uma boa dupla se Virgem renunciar aos seus eixos característicos, isso para que o capricorniano o possa entender. Capricórnio não aceita situações inseguras, novelescas e estranhas.
COM LIBRA: Já aqui é o capricorniano que necessita eliminar, ou aniquiliar parte de seu ego animal, no que concerne à demasiada seriedade e frieza sentimental, pois o libriano é delicadamente romântico, e será difícil equilibrar a falta do delicioso sentimentalismo dos enamorados.
COM ESCORPIÃO: Podem se harmonizar muito bem se cada um tira do que tem e põe no que falta (em relação aos seus egos). Ambos são firmes, ambiciosos, tenazes, disciplinados e decididos a triunfar.
COM SAGITÁRIO: Boa dupla. Sagitário dará mobilidade ao Capricórnio e este, por sua vez, dará a firmeza que se requer.
COM CAPRICÓRNIO: São muito estáticos, ambos necessitam se propor a sair do tédio e da frieza que impõem para não morrerem de aborrecimento.
COM AQUÁRIO: É difícil, pois o aquariano resultará demasiado sonhador e projetado ao quase irrealizável, o que Capricórnio não poderá suportar, pela insegurança que tanta mobilidade aquariana lhe proporciona.
COM PEIXES: Podem se harmonizar, porém Capricórnio precisa dar mais afeto e consideração, para não ferir ao suscetível peixinho. Peixes pode chegar a admirar a tenacidade do capricorniano e lhe dar um pouco mais de mobilidade, se lograrem a harmonia se transformarão em uma boa união.

AQUÁRIO

COM ÁRIES: Áries é fogoso, empreendedor e independente, pelo seu individualismo se verá em dificuldades para se unir a um aquariano tão fraterno e altruísta. Áries quer monopolizá-lo e Aquário lhe escapa como água entre as mãos. Áries precisa desintegrar a característica do monopolismo e da manipulação.
COM TOURO: Má união, o possessivo e sentimental Touro desejará ter sempre seu companheiro no mesmo curral que ele, porém para o aquariano lhe agrada correr pelos campos livres e não suporta o seu encerramento. São dois pontos de vista sobre a vida muito diferentes.
COM GÊMEOS: Complementam-se, porém serão sempre uma dupla de hábitos um tanto particulares, dados a excentricidade e rupturas do convencionalismo, vão se tornar felizes com as contínuas mudanças e desfrutes variados da vida.
COM CÂNCER: Necessitam se esforçar para dar e receber. Aquário poderá aplacar-se um pouco e ser mais estável. Câncer precisa aprender a ser altruísta e polir seu exagerado sentimentalismo, tanto quanto Aquário dever ter tato para não machucar a acentuada suscetibilidade do canceriano.
COM LEÃO: Muito boa dupla, vão se amar com intensidade. Porém, Leão necessita acabar com o eu mandão e tirano, achará, assim, apoio e impulso para seus projetos. Além disso, farão um bom complemento físico, mental e sexual.
COM VIRGEM: Com um pouco de tato e muita perspicácia, lograrão uma harmonia, em especial ao que se refere ao altruísmo que os dois compartilham, e que faz avivar o aquariano. Virgem precisa ativar mais o seu espírito aventureiro para que os dois possam se encaixar bem.
COM LIBRA: Bom matrimônio, harmonizam-se na estética da vida e no sentido nitidamente espiritual. Sociáveis, carinhosos, generosos, necessitam cultivar o centro intelectual.
COM ESCORPIÃO: O escorpiônico precisa se adaptar ao espírito livre do aquariano, e se esforçar em entendê-lo, assim a dupla será feliz.
COM SAGITÁRIO: União harmônica, compartilham de seu espírito aventureiro, pelas variações e pelas viagens. Sagitário deve moderar sua demasiada extroversão.
COM CAPRICÓRNIO: Matrimônio um tanto difícil, são muito desiguais em seus gostos e aspirações. Capricórnio precisa agilizar-se, intelectual e fisicamente, além de também se ajustar nas necessidades materiais.
COM AQUÁRIO: O intempestivo e conflitante aquariano pode causar sérias divergências se ambos se deixarem levar pelo nervosismo nas dificuldades ou, então, ambos incorrerão ao mesmo tempo em alterações de ânimo.
COM PEIXES: Será boa dupla, sempre e quando o pisciano for menos sonhador e se ativar à realidade, e se Aquário moderar sua irritabilidade e tolerar o mistério de Peixes.

PEIXES

COM ÁRIES: Boa união, a fogosidade de um pode se estender ante a sensibilidade do outro. O peixinho se sentirá protegido pela segurança e impetuosidade do ariano. Áries deve se refrear um pouco e Peixes se agilizar.
COM TOURO: Par harmônico, amantes do lar, são sensíveis e sensuais, haverá afinidade e complemento entre o sonhador pisciano e o taurino realista.
COM GÊMEOS: Difícil união. Peixes deseja ser protegido e gêmeos não quer nada que lhe impeça a mobilidade. Gêmeos precisa de alguém não sonhador, mais realista.
COM CÂNCER: Complementam-se, sentimentais, espirituais, amantes do lar, sonhadores, acordes no matrimônio, afastados das divagações e das especulações intelectuais, preferem o sonho de um romance novelesco e poético. Convém aterrissar um pouco.
COM LEÃO: Precisam se esforçar para anular as diferenças e encaixar as similitudes. O peixinho se sentirá defendido pela arrogância do Leão, e o admirará profundamente. O Leão se achará encantado pela assombrosa e esquisita maneira de Peixes e seu encantador romantismo.
COM VIRGEM: Correspondem-se bem. Peixes se verá impulsionado pela iniciativa virginiana. Virgem se encontrará apaziguado em seu sentido crítico e mordaz. Estes opostos complementares podem se amar profundamente.
COM LIBRA: Podem se harmonizar, ambos são sensuais e um tanto inertes - o que possivelmente produza dificuldades econômicas, que poderão molestar, mais a Libra do que a Peixes. Este deve acabar com sua tendência ao pessimismo.
COM ESCORPIÃO: É muito possível que Escorpião avassale e tiranize o sensitivo Peixes, porém se puserem de acordo e cada um ceder um pouco, tudo marchará às mil maravilhas. Escorpião pode suavizar-se com as esquisitices do pisciano, e este se encontrar protegido e amado.
COM SAGITÁRIO: A susceptibilidade de Peixes pode resultar muita ferida pela crítica franca e aberta do sagitariano. Sagitário se incomodará pela pouca capacidade do pisciano em concretizar e se molestará por seu espírito sonhador, dupla nada recomendável.
COM CAPRICÓRNIO: Complementam-se no bom e no mau, o sério capricorniano trará segurança ao sensitivo Peixes, e este dará encanto à união.
COM AQUÁRIO: Peixes necessita urgentemente aterrissar um pouco e tornar-se mais realista. Aquário deve compreender a incoerência de Peixes. Pode dar bons resultados.
COM PEIXES: Podem se encaixar nos aspectos sonhadores, imaginativos, sensuais, etc., porém os defeitos se duplicam, os quais precisam estudar com cuidado para erradicá-los.

Voltar ao Topo